*As águas

As águas

A beira do abismo
Olho as águas escuras
A altura de um penhasco
Ainda posso ver um reflexo

Quero pular nessas águas
Fundir minha imagem na sua
Dar alívio a minha alma

Cansada da dor
Afogo-me nas águas
Gélidas e profundas
Águas salgadas tocam meus lábios

Um sufocamento
Doloroso
Comprido e confuso

Submergir nas águas
Para encontrar a paz
Nas profundezas frias
Encontrar conforto

Como Romeu e Julieta
Como Otelo e Desdêmona
Quero eternizar minha dor

Lana Novais

19 Comments

  1. Um belo texto, o momento em que alguém alia a dor à serenidade pra desistir da vida. Talvez este foi o único momento de pura lucidez na mente da personagem em sei la quanto tempo.

    É uma carta de suicídio no meu entender, ela está dizendo “adeus, deixo aqui minha contribuição, mesmo que por um breve momento ao saber da notícia da minha partida, nessa pequena fração de tempo fica meu legado na sua reflexão.”

    “Eternizar a dor” é uma expressão interessante neste caso. A personagem frustrada por não conseguir deixar sua marca no mundo, provavelmente sempre tentando ser vista mas sempre confundida com o cenário ao redor e ignorada, decidiu compartilhar a única coisa que lhe restou, sua dor. Ela queria paz mas ao mesmo tempo queria deixar algum tipo de marca neste plano de existência.

    Eu poderia até falar mais sobre o texto como por exemplo na passagem “Ainda posso ver um reflexo”. Entendo que a dor é a única coisa que ela reconhece de si, o resto foi todo destruído pelas situações enfrentadas ou seja lá o que a levou a este ponto.

    Mas tempo é curto e no geral, no meu entender, é isso. Muito triste mas muito belo. Parabéns.

  2. HAAA….. ALMA TÃO PURA ALMA/QUE FAZES COMIGO…LEVA-ME A QUERER O QUE NÃO CONSIGO..LEVA-ME ADICAGAR PELOS MARES OBSCUROS DE MEU PENSAMENTO…ALMA,ALMA O QUE QUERES QUE EU FAÇA?DESISTA DE TUDO?SEJA VALENTE E CONTINUE LUTANDO/OU ME DE INTEIRAMENTE AO MUNDO DE MANEIRA QUE VIVEREMOS FELIZES?ALMA QUANTO PODE SER DOCE ,PODE TAMBEM SER CRUEL…ALMA O QUE QUERES DE MIM?

  3. Lindo texto! Dá pra sentir a aflição e desespero que a alma sente. A busca por algo que parece distante.

    Parabéns!

  4. Poder encontrar a paz na calmaria do mar, se fundir com a imensidão dele, fechar os olhos e sentir que existe um outro universo .. ótimo texto Dri, muito reflexivo 😍

  5. Vc falou da realidade de todos em certos momentos da vida no poema “As águas”, porém usando o eufemismo e ainda por cima poética, na minha opinião simplesmente maravilhoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *